Conceito.de
Conceito de

Falência

Falência é um termo com origem no latim. Ele designa um processo legal, onde uma empresa ou sociedade comercial é incapaz de realizar o pagamento de suas dívidas.

falência
Falência designa a incapacidade em quitar as dívidas, estando no geral relacionado as empresas

Como não se pode cumprir com as obrigações financeiras, então se busca proteção legal para a liquidação dos seus ativos de modo ordenado. Esse estado tende a ser iniciado pelo devedor ou credores através de um tribunal.

Durante a falência, pode ser nomeado um administrador para realizar o gerenciamento da venda dos ativos e a distribuição dos recursos para os credores segundo a hierarquia estabelecida pelas leis específicas. O foco é garantir que haja uma distribuição justa dos recursos entre os credores, levando em conta as prioridades legais.

A falência poderia ocasionar na dissolução da empresa ou em sua reorganização, possibilitando que a mesma siga operando debaixo de novas condições. Tal processo foca em manter o equilíbrio entre os interesses dos credores e do devedor, em busca de uma solução financeira viável aos envolvidos.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • A falência é frequentemente resultado da interseção de vários fatores, incluindo a crise econômica, a má gestão financeira, a falta de capital de giro e a cessação de atividades.
  • A falência tem consequências expressivas para várias partes interessadas, incluindo devedores, credores e funcionários da empresa.
  • O impacto da falência vai além das implicações financeiras, afetando também as esferas social e econômica, tanto a nível local quanto global.
  • As empresas podem buscar várias soluções para reverter ou aliviar os impactos negativos da falência, incluindo planos de reestruturação, venda de ativos, fusões e aquisições, financiamento adicional e acordos extrajudiciais.

Causas da falência

A falência, em muitos casos, tende a ser o resultado da interseção de fatores, onde a crise econômica e a recessão teriam um papel central.

Em períodos onde há instabilidade econômica, as empresas encaram muitos desafios. E dentre esses desafios há como citar a redução da demanda, o aumento das taxas de juros e as restrições de crédito. Esses desafios favorecem a redução da receita e a pressão referente as margens de lucro, causando a insolvência de algumas empresas.

Uma má gestão financeira seria outra causa comum. Ela surge de decisões equivocadas ligadas a investimentos, estratégias de mercado e também custos operacionais. A ausência de práticas contábeis transparentes precipitaria a falência, onde a fraude contábil seria uma ameaça expressiva à estabilidade financeira.

O endividamento excessivo seria outra uma armadilha comum, ainda mais se não há uma geração de receita que amortize essas dívidas. Aliado a isso, existe ainda a falta de capital de giro, que é importante para a continuidade das operações da empresa, sendo uma vulnerabilidade substancial.

A cessação de atividades e um mercado em declínio seriam outros contextos que culminariam a falência de uma empresa. É comum que muitas empresas não consigam se adaptar a transformações no ambiente de negócios. E gestão ineficaz perante tais circunstâncias aceleraria ainda mais a situação de declínio, sendo o resultado a declaração de falência.

Consequências da falência

A falência traz diversas consequências expressivas, as quais acometem distintas partes interessadas.

No caso dos devedores, há a perda de bens, posto que os ativos da empresa são liquidados em prol de cobrir as dívidas pendentes. Para ele, ainda, a capacidade de conseguir crédito é comprometida. Quanto a empresa em si, a reputação dela seria afetada, afastando investidores e parceiros de negócios.

Os credores, por sua vez, encarariam perdas financeiras, uma vez que o valor recuperado com a venda de ativos por vezes não consegue cobrir todas as dívidas. Isso levaria a renegociações de dívidas, com acordos menos favoráveis aos credores.

Funcionários da empresa falida são impactados também, já que a falência culminaria em cortes salariais ou demissões em massa, pois a empresa não é capaz de sustentar sua força de trabalho.

Essa instabilidade geraria consequências socioeconômicas abreviadas, acometendo comunidades locais. Em certos casos, isso ainda favoreceria o aumento do desemprego.

O impacto econômico resultante disso, tanto local quanto global, é expressivo. Localmente, a falência causaria a perda de fornecedores e clientes, acometendo negativamente a economia regional. Num nível global, nos setores interconectados, se ocorre a falência de uma empresa importante isso repercutiria de modo a afetar outras empresas e mesmo mercados.

Desse modo, a falência não é somente uma questão financeira, mas ela é ainda algo com implicações densas nas esferas social e econômica.

Soluções diante desse cenário

conceito de falência
Na falência, uma empresa pode recorrer a diferentes meios para obter solução

Perante a iminência da falência, as empresas procuram alternativas e soluções a fim de reverter ou aliviar os impactos negativos.

Nesse caso, planos de reestruturação surgem então como uma opção, compreendendo ajustes operacionais, renegociação das dívidas e cortes de custos visando restaurar a saúde financeira da empresa. A venda de ativos seria mais uma opção, pois permite que a empresa liquide recursos em prol de quitar dívidas com credores e conservar operações essenciais.

Fusões e aquisições oferecem outra saída. Nesse caso, a empresa mais forte assumiria o controle ou se uniria com a outra a fim de fortalecer sua posição no mercado.

Outra solução seria o financiamento adicional para injetar capital e estabilizar as finanças. E isso ocorreria através de investidores externos ou de parcerias estratégicas.

Acordos extrajudiciais, por sua vez, trariam uma abordagem menos litigiosa. Através deles, devedores e credores chegam a um consenso fora do tribunal. Tais acordos tendem a incluir: renegociação de dívidas, ajustes de prazos e outras opções.

E assim, essas alternativas proporcionam vias para a recuperação ou, ao menos, para uma gestão mais controlada da falência. Elas tornam possível que as empresas reestruturem suas operações e recuperem a estabilidade financeira.

Citação

SOUSA, Priscila. (22 de Dezembro de 2023). Falência - O que é, causas, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/falencia