Conceito.de
Conceito de

GPS

GPS é uma sigla para Global Positioning System, que na tradução para o português significa Sistema de Posicionamento Global. Esse é um sistema de navegação por satélite, o qual determina a localização geográfica de algo de maneira precisa.

GPS
O GPS ajuda a

E esse sistema de satélite estaria a frente de outros como: GLONASS (Sistema Global de Navegação por Satélite da Rússia), Galileo (Sistema Europeu de Navegação por Satélite) e BeiDou (Sistema de Navegação por Satélite da China).

O GPS é usado tanto em equipamentos militares como ainda, nos dias atuais, está disponível em dispositivos móveis como celulares.

Esse sistema foi criado nos Estados Unidos, mais especificamente pelo exército norte-americano, por volta de 1960. O equipamento lançado naquela época, no entanto, estava muito longe do que se tinha hoje. Uma das diferenças era que o aparelho tinha o foco de ajudar nas guerras.

O primeiro GPS lançado se chamava GNSS, que era uma sigla para Global Navigation Satellite System.

Atualmente, veículos, tablets e celular já possuem o recurso de GPS disponível. E com ele é possível chegar até uma localização de modo mais prático. Desse modo, se uma pessoa se perder, bastaria usar o GPS e seria mais fácil de encontrar o caminho de volta.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • O GPS consiste de 24 satélites em órbita a uma distância de cerca de 20 mil km da Terra, além de 31 estações de controle. Eles estão constantemente transmitindo sinais que permitem aos receptores na Terra localizar o dispositivo.
  • O processo de localização se dá por triangulação, que compara a localização de um satélite a de outros dois para definir posição conforme latitude e longitude, e com um quarto satélite é possível calcular também a altitude.
  • A utilização do GPS vai além da localização. É possível obter dados e informações como o clima, a velocidade de deslocamento e até mesmo endereços. É um equipamento fundamental para o transporte (aviação, navegação marítima, carros), demarcação de fronteiras e territórios, monitoramento de desastres naturais e até mesmo terremotos.
  • Apesar de ser rotineiramente utilizado online, o GPS não necessita de internet para funcionar, é possível operá-lo offline. No Brasil, a sigla GPS também é usada para designar o Guia da Previdência Social, um documento para recolhimento de contribuições sociais.

Sobre o funcionamento do GPS

O GPS dispõe de 24 satélites que se encontra em órbita, a cerca de 20 mil quilômetros em relação à Terra. E cada um deles percorre por volta do planeta duas vezes ao dia, transmitindo um sinal que faz com que os receptores que estão na Terra consigam o localizar.

Além desses satélites, ainda existem 31 estações de controle, as quais emitem sinais de rádio para os aparelhos de recepção.

Mas no processo é realizado o que se chama de triangulação, que consiste na comparação da localização de um satélite, que compõe esses 24, com a de outros dois satélites. E o que resulta de tal cálculo mostra a posição do satélite de acordo com a latitude e a longitude. E se no cálculo se levar e conta mais um satélite, então há ainda como calcular a altitude.

Através desses satélites, além de obter dados e informações sobre latitudes, longitudes, ainda se sabe sobre: clima, velocidade de deslocamento, endereços, entre outras coisas.

Mais sobre a importância do GPS no dia a dia

No mundo de hoje, com a globalização e a integração mundial, o ser humano possui uma necessidade para de localizar em variados locais pelo mundo. E assim o GPS se traduz em um equipamento de suma importância.

Mas além do seu uso individual, ele ainda é crucial para os aviões, as navegações marítimas e demais meios de transporte, além de também ser usado para demarcar fronteiras e territórios, por exemplo.

Os usos do GPS em diferentes contextos

Há muitas aplicações hoje em dia para o GPS. E uma dessas aplicações seria para o rastreamento de veículos. Aqui o Global Positioning System seria integrado a um automóvel a fim de saber a localização desses em tempo real.

Seu uso ainda existe no transporte público. E nesse caso há os receptores de GPS instalados nos veículos que ajudam a informar a distância de um ônibus ou mesmo de um carro de aplicativo.

Há também o uso dele na orientação do percurso de veículos que possuem direção autônoma.

Em outros casos, o sistema é aplicado para ajudar autoridades a saber sobre problemas locais. Há como saber, por exemplo, sobre locais onde haja ameaças de desastres naturais e, assim, alertar a população e tomar as medidas cabíveis.

Também se usa o GPA para monitorar terremotos. Por meio dele se consegue então realizar uma estimativa sobre o deslocamento de placas tectônicas ou também mapear áreas onde haja risco de tremores.

GPS em uso offline

O GPS, devido a ser um sistema orientado por satélites, não necessita de internet para funcionar. O acesso à internet só é preciso se o GPS for usado aliado a um sistema online. Um exemplo nesse caso seria o da plataforma do Google Maps.

No entanto, há como usar o Google Maps offline, para isso o usuário teria que antes baixar o mapa ou (mapas) da região desejada. Desse modo, haveria então como utilizar o serviço na região selecionada e com localização por meio de GPS ativada, ainda que não haja ali acesso à internet.

GPS (Guia da Previdência Social)

No Brasil ainda é usada a sigla GPS para designar o Guia da Previdência Social, que é um documento para recolhimento de contribuições sociais.

Esse documento é tanto usado por pessoas físicas quanto jurídicas. Isso quer dizer que através desse documento se paga o seguro que é recolhido pelo chamado INSS (Instituto Nacional de Seguro Social).

O recolhimento das contribuições através do GPS é essencial para manter o Regime Geral da Previdência.

No que tange as empresas, essas contribuições seriam recolhidas em GPS através do débito em conta.

Citação

SOUSA, Priscila. (12 de Janeiro de 2024). GPS - O que é, funcionamento, importância e usos. Conceito.de. https://conceito.de/gps