Conceito.de

Conceito de união de facto

A união de facto é um vínculo sentimental de tipo romântico que une duas pessoas. Dentro daquilo que se entende por relação de facto surgem o noivado, o concubinato e o matrimónio.

Uma união de facto por ser formada por um homem e uma mulher, por dois homens ou por duas mulheres. Durante muitos anos o matrimónio esteve limitado aos casais heterossexuais; porém, nos últimos tempos, vários países aprovaram as uniões civis e os matrimónios homossexuais. O registo e a formalização da relação de facto são muito importantes já que têm consequências legais e são chaves para a adopção, a inscrição em obras sociais, a distribuição de bens, etc.

As características das uniões de facto dependem de cada cultura e da época. Hoje em dia, é frequente que os casais continuem a namorar durante vários anos antes de casarem ou que até optem por não contrair matrimónio. Décadas atrás, no entanto, a convivência/vida em comum sem matrimónio costumava ser condenada a nível social.

Ao estar a viver numa união de facto, a pessoa assume um compromisso com a outra. Um dos princípios implícitos nas relações de facto do mundo ocidental é a monogamia: cada individuo só mantém relações sexuais com a sua companheira. Violar a monogamia costuma ser motivo de ruptura.

Em alguns casos, aceitam que o companheiro tenha uma vida sexual activa fora do namoro, concubinato ou matrimónio. Desta maneira, a relação de facto é considerada aberta e o conceito de monogamia deixa de ter sentido.

Um dos maiores problemas da vida em sociedade para os seres humanos é que sentimos a pressão de começar uma união de facto quando alcançamos a adolescência, já que tudo em nosso redor parece submeter-nos a essa pressão. Os nossos pais esperam que no futuro nos casemos e tenhamos filhos, os meios de comunicação mostram casais felizes em paisagens primaveris e as nossas hormonas não ajudam muito na luta por entender o que desejamos fazer na realidade.

Os problemas que surgem das más decisões no âmbito das relações sentimentais vão desde desamores que se superam com o tempo até gravidezes não desejadas que acabam por destruir a vida das mães e os filhos. Num mundo ideal, cada pessoa seria livre de começar uma relação de facto quando assim o desejasse, com alguém que realmente a completasse e respeitasse.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

eixo terrestre

A noção de eixo tem mais de uma dúzia de significados. Pode ser a haste que sustenta um corpo enquanto ele gira, passando por...

Conceito de

égide

Égide tem origem na palavra latina “aegĭde” que significa o escudo de Júpiter ou o escudo de Minerva. De acordo...

Conceito de

écloga

Uma palavra grega que pode ser traduzida como escolha, chegou ao latim como “eclŏga” que em português se converteu...

Conceito de

Idade Antiga

Com origem etimológica na palavra latina “aetāte”, idade pode se referir a diferentes questões. Neste caso, vamos...

Conceito de

efusivo

O adjetivo efusivo é usado para qualificar aquilo ou aquele que manifesta ou revela efusão: ímpeto, vigor ou expansão nos...

Conceito de

efluente

A Michaelis, em seu Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa, define um efluente como um resíduo (em forma de fluido ou...

Conceito de

efeméride

A palavra grega “ephemerís”, que se refere ao que é próprio de um dia, derivou no latim “ephemerĭde”...

Conceito de

edema

A palavra grega “oidema” chegou ao nosso idioma como edema. O termo é usado no campo da medicina para se referir à...

ARQUIVOS