Conceito.de
Conceito de

Pirose

Pirose é uma noção que deriva do grego, e que está relacionada com o ardor. O conceito é usado para designar o mal-estar que se sente como uma queimadura que se sente entre a faringe e o estômago.

pirose
A pirose também costuma ser chamada de azia

A sensação de calor excessivo pode aparecer associada a uma secreção de saliva e uma acumulação de gases. Também conhecida como azia (acidez), a pirose produz-se quando a pessoa regurgita o ácido gástrico.

O habitual é que o ácido estomacal não entre em contacto com o esófago. No entanto, quando se produz o relaxamento do esfíncter esofágico ao engolir, é possível que aquilo que tinha passado para o estômago volte ao esófago, agora misturado com o ácido. Essa ação recebe o nome de refluxo.

Num organismo que funciona de forma saudável, a perístase encarrega-se de controlar o refluxo ao passo que a saliva ajuda a neutralizar o ácido. No entanto, perante uma hérnia hiatal ou outros problemas, a pirose pode aparecer.

Existem muitas maneiras de combater a pirose. Entre os fármacos que pode receitar um médico, encontram-se os chamados inibidores da bomba de protões, certos anti-histamínicos e, por conseguinte, os antiácidos.

O controlo da dieta também é importante, uma vez que alguns alimentos têm maior incidência no surgimento do refluxo e da pirose. Beber uma quantidade elevada de água pode ser útil, pois ajuda a diluir os ácidos no estômago.

É provável que, havendo pirose, o médico sugira realizar diversos estudos que descartem a presença de outros males. A endoscopia (com uma biópsia de tecido do esófago), a manometria e as radiografias do trato superior digestivo são algumas das possibilidades.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • A pirose pode ser causada por aumento de pressão na região abdominal, doenças como diabetes e esclerodermia e alterações anatômicas, como a hérnia de hiato.
  • Gravidez pode levar à pirose devido ao aumento de progesterona, que relaxa o esfíncter esofágico inferior, permitindo o refluxo do conteúdo gástrico.
  • Fatores como o tabagismo, consumo excessivo de cafeína, chocolate, bebidas alcoólicas e alimentos picantes podem agravar os sintomas da pirose.
  • É crucial buscar ajuda médica ao experimentar sintomas como dificuldade para engolir, respirar, fezes escuras ou com sangue, dor que parte das costas para o ombro e suores relacionados à dor no peito. A pirose não diagnosticada pode causar outros problemas de saúde.

Outras possíveis causas da pirose

Dentre as demais causas da pirose há como citar o aumento da pressão na região abdominal, seja devido a roupas apertadas, exercícios ou mesmo em virtude da obesidade. Pode ainda ser uma causa dessa condição a ligação com doenças como a diabete mellitus e a esclerodermia, que se trata de um endurecimento da pele e dos órgãos internos.

Alterações anatómicas, a exemplo da hérnia de hiato, também pode causar esse problema. A hérnia do hiato se trata da passagem de uma parte do estômago ao tórax, por meio do diafragma, com isso o conteúdo gástrico fica acima do hiato por mais tempo que o considerado como normal.

Na gravidez também é comum de suceder a azia, ainda mais devido a que os níveis altos de progesterona geram mais relaxamento no esfíncter esofágico inferior, sendo algo que possibilita então que haja o refluxo do conteúdo gástrico.

Há outros fatores que também ajudariam a agravar os sintomas da pirose e que são colaterais à boa parte das doenças do esófago e estômago, a exemplo do fumo do tabaco, também o consumo exagerado de cafeína, de chocolate, de bebidas alcoólicas e, ainda, de alimentos que são muito condimentados e picantes. Desse modo, é necessário estar atento aos sintomas e em seguida buscar ajuda médica para a realização de um diagnostico preciso.

Sintomas de alerta quanto a pirose

conceito de pirose
A pirose manifesta alguns sintomas como dor, dificuldade para respirar e deglutir, entre outros

O paciente deve buscar ajuda médica se sentir sintomas como:

  • Dificuldades para deglutir ou dor nesse processo (esse é um dos sintomas mais comuns e também de alerta);
  • Dificuldade para respirar (um sinal de grande alerta);
  • Fezes escuras ou com presença de sangue (outro sinal de alerta);
  • Dor que parte das costas e segue para o ombro;
  • Suores relacionada com a dor no peito.

Se não diagnosticada, ela provocaria ainda outros problemas para a saúde, a exemplo da inflamação na área que reveste o esôfago. Desse modo, é muito importante estar atento para a frequência com a qual tais episódios sucedem e se repetem, uma vez que a queimação poderia ainda ser um sintoma de problemas mais sérios.

Uma recomendação sobre essa condição é realizar uma consulta com um gastroenterologista. Mesmo que a pessoa mude seus hábitos alimentares, mas os sintomas da pirose sigam, então se deve buscar atendimento com esse gastroenterologista para a realização de uma investigação em prol de realizar um diagnóstico apropriado do problema por meio desse especialista.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (30 de Abril de 2015). Atualizado em 25 de Dezembro de 2023. Pirose - O que é, causas, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/pirose