Conceito de aptidão




Jun 19, 11 Conceito de aptidão

Em psicologia, a palavra aptidão refere-se às características psicológicas que permitem prognosticar diferenças entre indivíduos nas situações futuras de aprendizagem. O conceito tem origem no termo latim aptus, que significa “capaz de”.

Convém distinguir o uso do termo na linguagem coloquial do mesmo na psicologia. Na linguagem comum, a aptidão faz referência à capacidade de uma pessoa em realizar uma tarefa de forma correcta. Já, em psicologia, o termo abarca tanto as capacidades cognitivas como as características emocionais e da personalidade. Desta forma, a aptidão está associada à inteligência e às habilidades inatas ou àquelas que são adquiridas no âmbito de um processo de aprendizagem.

As aptidões aparecem vinculadas com uma ampla variedade de capacidades e competências, por sua vez relacionadas com diversas habilidades lógico-matemáticas. Assim, a aptidão pode pertencer ao raciocínio lógico, ao raciocínio abstracto, à compreensão verbal e expressão escrita, à destreza manual, à inventividade, à capacidade analítica, à habilidade corporal ou ao raciocínio indutivo, por exemplo.

Por outro lado, a aptidão é um conceito da biologia que é utilizado na teoria da evolução. A palavra permite descrever a capacidade de se reproduzir de um indivíduo ou animal com um certo genótipo. A aptidão é igual à proporção dos genes do indivíduo nos genes totais da seguinte geração. Quando existem diferenças entre os vários genótipos que afectam a aptidão, as frequências dos genótipos começam a variar ao longo das gerações, num processo conhecido como selecção natural.