Conceito.de
Conceito de

Fábula

Fábula é uma palavra que provém do termo latim fabŭla. Tal como explicado no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, trata-se de uma breve narrativa fictícia, podendo ser apresentada em prosa ou em verso, cuja intenção é didáctica frequentemente manifestada com uma moral final (moral da história). Na fábula, podem intervir pessoas, animais e outros seres animados ou inanimados.

fábula
A fábula é uma narrativa que traz uma lição de moral

Por outro lado, a fábula é cada uma das ficções da mitologia, o enredo argumental das obras de ficção e um rumor ou facto inventado. Também é usado o conceito para fazer referência à relação falsa, mentirosa e despojada de fundamento, e à ficção artificiosa com que se encobre ou se dissimula uma verdade.

Enquanto estilo literário, as fábulas são composições breves que terminam com um ensinamento ou uma moral de carácter pedagógico. As fábulas diferenciam-se dos apólogos na medida em que estes são mais gerais.

As fábulas nasceram na Antiguidade greco-romana, época em que os escravos pedagogos as usavam para ensinar o comportamento ético às crianças que educavam. Os seus moralismos tinham por base a moral do paganismo, que partia do princípio que era impossível mudar a condição natural das coisas. Já, com o cristianismo, as fábulas passaram a divulgar a possibilidade de uma evolução na natureza humana, com um juízo moral incluído.

A partir do século XIX, a fábula tornou-se um dos géneros literários mais populares, com uma ampliação de temas e a publicação de diversas colecções especializadas.

Por fim, em sentido figurado, o termo fábula prende-se com a falsidade (rumores, boatos, etc.), que é o caso de alguém ou de algo que se fala para criticar.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • As fábulas são narrativas ficcionais que geralmente usam a alegoria para representar realidades abstratas através de realidades sólidas, muitas vezes atribuindo características humanas a animais.
  • As fábulas podem ser transmitidas de geração em geração de forma oral, portanto, existem diversas versões da mesma história. No entanto, a moral e a mensagem da fábula permanecem as mesmas.
  • A estrutura típica de uma fábula inclui um começo que apresenta os personagens, um meio onde os personagens enfrentam uma situação, e um fim que causa surpresa e leva à reflexão.
  • Existem muitos autores de fábulas famosas, incluindo Esopo, Fedro e La Fontaine, além de autores brasileiros como Monteiro Lobato e Millôr Fernandes que recontaram fábulas famosas.

Sobre as características da fábula

conceito de fábula
A fábula pode ter personagens humanos ou animais

Uma fábula é caracterizada como uma narrativa ficcional e que se utiliza da chamada alegoria. A alegoria se trata de uma figura de linguagem com base na retórica, a qual expande o significado de um termo, sendo que o foco dela é em representar uma realidade abstrata se baseando em uma realidade sólida. E com isso se constrói os sentidos de uma fábula.

No caso de se usar animais numa fábula, os mesmos seriam representados possuindo características dos seres humanos, tais como inveja, raiva, medo, discernimento, preguiça, entre outros comportamentos. E assim o personagem se desenrola na história.

E como as fábulas costumam ser passadas de geração para geração de forma oral também, é comum que existem variadas versões de uma mesma história. Contudo, o sentido na história e o ensinamento que ela quer passar é o mesmo.

Quanto ao modo como uma fábula é escrita, a mesma tende a ser desenvolvida em prosa ou mesmo em versos. E sobre o local onde a história acontece, é comum que esse local tenha a ver com o local onde é comum que esses personagens vivam.

Há histórias desse tipo com ou sem diálogo, mas o mais comum é que haja algum diálogo. E a linguagem usada para a elaboração dela é algo simples, até para tornar a fábula em algo mais acessível.

Como se trata de um texto narrativo, a fábula terá um começo, um meio e um fim. E no começo são apresentados os personagens. Em seguida, no meio, esses personagens interagem diante de uma situação. E depois vem o fim da narrativa, onde se traz um final que surpreenda e faça o leitor refletir.

Alguns autores de fábulas

Existem muitos autores de fábulas pelo mundo. Contudo, os mais famosos são Esopo, Fedro e La Fontaine. Esses são os criadores de alguma das fábulas mais conhecidas por pessoas de várias partes do mundo.

A fábula da cigarra e da formiga, por exemplo, é de autoria de Esopo. E nela é contada a história de alguém que queria trabalhar e se prevenir no verão, antes da chegada do inverno, enquanto a outra pessoa apenas queria ficar sem fazer nada e aproveitar, onde no final uma delas se dá bem a outra não, quando chega o inverno.

Há ainda como citar autores brasileiros de fábulas, como é o caso de Monteiro Lobato e Millôr Fernandes, quem fez uma releitura de fábulas famosas.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (21 de Janeiro de 2012). Atualizado em 12 de Janeiro de 2024. Fábula - O que é, características, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/fabula