Conceito.de
Conceito de

Frustração

Frustração, do latim frustratĭo, a é a ação e o efeito de frustrar (deixar sem efeito ou não conseguir fazer algo). Trata-se de um sentimento desagradável que se produz quando as expectativas de uma pessoa não são satisfeitas por não poder conseguir aquilo que pretende.

conceito de frustração
Frustração é um sentimento negativo que surge quando as expectativas não são alcançadas

Para a psicologia, a frustração é uma síndrome que apresenta sintomas diversos. Porém, estes sintomas estão todos associados à desintegração emocional, que se vive em diferentes níveis e com múltiplas causas e consequências.

O impacto da frustração sobre o sujeito varia de acordo com a personalidade e diversas variáveis que são difíceis de controlar. A frustração pode desencadear problemas psicológicos, quando se torna patológica e requere assistência profissional.

A frustração supõe um sentimento de privação de uma satisfação vital. Por exemplo, uma criança que é filho único (ou filha única) pode sentir-se frustrada se a sua mãe engravidar. Ao nascer o seu irmão (ou a sua irmã), a frustração transforma-se numa conduta ciumenta e agressiva.

De acordo com a teoria da frustração, produz-se um efeito paradoxal quando começa a chamada fase de extinção, que leva o sujeito a não reforçar o comportamento e, por conseguinte, resulta na sensação de frustração.

Existem diferentes tipos de processos frustrantes: a frustração por barreira (quando existe um obstáculo que impede alcançar o objetivo), a frustração por incompatibilidade de dois objetivos positivos (existe a possibilidade de alcançar dois objetivos, mas estes são incompatíveis entre eles), a frustração por conflito evitação-evitação (a fuga perante duas situações negativas) e a frustração por conflito aproximação-aproximação (a indecisão face a uma situação que provoca resultados positivos e negativos em igual medida).

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • A frustração surge devido a experiências como comparação, rejeição e competição, que podem levar a sentimentos de insatisfação, baixa autoestima e desapontamento.
  • Esses aspectos, quando constantes, podem criar um ambiente relacional tenso e afetam significativamente a saúde mental, gerando condições como depressão e ansiedade.
  • A manutenção da frustração pode levar a um estado crônico de estresse, afetando a produção de neurotransmissores essenciais, como a serotonina, e piorando a saúde mental.
  • Lidar com a frustração de maneira saudável é crucial, professores da psicologia usam várias abordagens terapêuticas e métodos como terapia cognitiva-comportamental e técnicas de mindfulness para ajudar pessoas a gerir melhor suas frustrações.

Frustração no contexto social e nos relacionamentos

A frustração, no contexto social e dos relacionamentos, costuma surgir de experiências como comparação, rejeição e competição:

  • A frequente comparação com outras pessoas, estimulada pelas pressões sociais e padrões culturais, levaria à insatisfação pessoal e mesmo inveja;
  • A rejeição, seja no âmbito das amizades ou relacionamentos, pode gerar sentimentos de baixa autoestima;
  • Já a competição exacerbada, em variados âmbitos, como profissional e acadêmico, agrava a pressão social, provocando ansiedade e desapontamento se metas não forem alcançadas.

Esses elementos colaboram para que haja um ambiente relacional tenso, em que a busca por aceitação e sucesso por vezes ocasiona conflitos interpessoais e até mesmo o isolamento emocional.

Lidar com essas frustrações exige empatia e comunicação aberta. Mas requer também a promoção de ambientes que deem valor para a diversidade e para o crescimento pessoal, reduzindo a negatividade ligada às interações sociais.

Como ela impacta na saúde mental

frustração
A frustração acarreta em muitos problemas na saúde mental, como é o caso da ansiedade

Os impactos da frustração na saúde mental são significativos, sendo capazes de desencadear diversas de condições, a exemplo da depressão e da ansiedade.

A constância da frustração levaria a um estado crônico de estresse, acometendo a produção de neurotransmissores essenciais, como a serotonina. Isso, por conseguinte, tem associação com o desenvolvimento de transtornos depressivos.

E a ansiedade, por sua vez, seria exacerbada devido a frequente antecipação de frustrações futuras, gerando um ciclo prejudicial.

A autoestima também é repetidamente impactada, piorando os problemas de saúde mental. A busca contínua pela validação social e a pressão que se gera por causa da comparação constante, são elementos que tendem a intensificar esses efeitos.

Abordar a frustração de maneira saudável, através de estratégias de enfrentamento e apoio psicológico, é crucial para preservar e promover a saúde mental em meio aos desafios da vida.

Como os profissionais ajudam os indivíduos a lidar com a frustração

Profissionais do campo da psicologia ajudam os indivíduos a lidar com a frustração. E para isso eles usam diversas abordagens terapêuticas e métodos.

A terapia cognitivo-comportamental, por exemplo, foca na identificação e alterações de padrões de pensamento disfuncionais, possibilitando que os clientes revejam e alterem suas respostas para a frustração.

A terapia de aceitação e compromisso dá ênfase para a aceitação das emoções, estimulando a ação alinhada com os valores pessoais.

E ainda, profissionais em muitos casos aderem a técnicas de mindfulness a fim de cultivar a consciência do momento atual e diminuir a reatividade emocional.

Estratégias de gerenciamento do estresse, habilidades de comunicação e o estímulo a resiliência também são aderidos.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (21 de Janeiro de 2012). Atualizado em 30 de Novembro de 2023. Frustração - O que é, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/frustracao