Conceito.de
Conceito de

Pinhão

Pinhão é o nome da semente do pinheiro. Dado que pinheiro é a denominação que se dá a diversas espécies de coníferas, os pinhões podem apresentar características muito diversas entre si, medindo desde dois até vinte milímetros conforme o caso.

pinhão
O pinhão é uma semente presente no pinheiro

O pinhão do Pinus pinea e de outras espécies de pinheiro, por exemplo, pode ser ingerido como alimento. Trata-se de um fruto seco de cor clara que se caracteriza pelo seu sabor doce.

Os pinhões apresentam uma cobertura de grande dureza. Em condições de refrigeração podem ser conservados durante muito tempo, sobretudo se tiverem casca. O calor e a humidade, no entanto, são prejudiciais para estas sementes.

Benefícios do pinhão para a saúde.

O pinhão pode ser usado em diversas receitas, tanto doces como saladas. Constitui um alimento muito recomendado por ser um dos mais completos e nutritivos, uma vez que contem: ácidos gordos monoinsaturados e polinsaturados; vitaminas A, B, C, E, B2, B3, B6 e B9; calorias; potássio; fósforo; ferro; zinco; proteínas; fibra; sódio; cálcio; magnésio; hidratos de carbono.

Graças aos ácidos gordos, o pinhão é uma grande fonte de energia; além do mais, facilita a absorção das vitaminas lipossolúveis e protege o fígado, os rins e o coração, entre outros órgãos. Relativamente ao seu teor em magnésio, este beneficia amplamente o sistema cardiovascular, protegendo os vasos sanguíneos ao atuar como vasodilatador, estabilizando a pressão arterial e o ritmo cardíaco; por outro lado, incrementa a produção de glóbulos brancos, o que potencia o sistema imunitário.

O zinco, por sua vez, colabora na formação dos ossos e facilita a absorção de vitamina A e de colágeno (entre outras proteínas). Na etapa de crescimento (a qual inclui a infância e a adolescência), durante a gravidez e na terceira idade é um alimento especialmente recomendável.

O pinhão é considerado um antioxidante natural, e isto deve-se ao seu elevado teor em vitamina E, que lhe oferece essa propriedade e protege os sistemas imune, nervoso e cardiovascular para além das células, evita a formação de trombos e a destruição de glóbulos vermelhos.

Tendo em conta que o pinhão contém gordura em altas proporções, a sua ingestão regular pode ter resultados benéficos na hora de tentar perder peso, coisa que consegue reduzindo o nosso apetite através da liberação de ácido pinoleico. Importa relembrar que o excesso de peso é prejudicial à saúde, por esta razão e não por questões estéticas é que devemos evitar os excessos.

O sentido da vista também é beneficiado pelo pinhão como alimento, uma vez que, graças ao seu teor em luteína, previne certas doenças oculares, tais como as cataratas e a degeneração macular. Como se não fosse suficiente, ainda conta com a inigualável vitamina A, fundamental para a saúde dos olhos.

Para tirar proveito dessas propriedades, é importante não consumir mais de 50 gramas de frutos secos por dia, de forma a pudermos controlar os níveis de triglicéridos e colesterol no sangue e evitar o aumento inadequado de peso.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • O pinhão é rico em nutrientes como proteínas, vitaminas, fibras e minerais, assegurando uma dieta equilibrada.
  • Com alto valor calórico, o pinhão oferece energia sustentada, sendo uma importante opção para pessoas com necessidades calóricas maiores, como trabalhadores braçais, jovens em crescimento e atletas.
  • É recomendado consumir o pinhão com moderação devido ao seu teor calórico e sempre consultar um especialista para obter orientação sobre o consumo desse alimento.
  • Araucária, ou Pinheiro-brasileiro, é a árvore de onde provém o pinhão e tem grande volume na Floresta Ombrófila Mista, sendo a semente da araucária o pinhão comestível.

Pinhão e seu valor calórico

conceito de pinhão
O pinhão é usado em diferentes receitas

Além dos nutrientes essenciais, como proteínas, vitaminas, fibras e também minerais, o que ajuda a assegurar uma dieta equilibrada, o pinhão é um alimento rico em calorias.

O pinhão, que vem de variadas espécies de pinheiros, se destaca pelo alto valor calórico, sendo fonte expressiva de energia.

Com cerca de 160 calorias por cada 100 gramas, além de 33 gramas de carboidratos possuindo baixo índice glicêmico, ele é uma opção importante para satisfazer as necessidades calóricas maiores. E assim ele oferece benefícios para grupos como trabalhadores braçais, jovens em fase de crescimento e também para atletas.

As propriedades nutricionais do pinhão fornecem energia sustentada e também contribuem para a saúde geral. Contudo, é importante consumi-lo com moderação, levando em conta o seu teor calórico. Caberá então integrá-lo dentre de uma dieta diversificada para garantir a obtenção de todos os nutrientes que se precisa para o ideal funcionamento do organismo.

De qualquer modo, o recomendado é sempre consultar um nutricionista ou nutrólogo antes. Com isso se teria a orientação de um especialista sobre o consumo desse alimento.

Pinhão: a semente da araucária

Araucária, também chamada de Pinheiro-brasileiro, é o nome da árvore existente em grande volume na Floresta Ombrófila Mista, a qual é ainda conhecida como Floresta com Araucárias, pertencente ao bioma Mata Atlântica. Mais popular nas regiões Sul e nas áreas mais altas da região Sudeste do Brasil, o pinhão é destaque em variados pratos da culinária.

E há um tipo de pinhão que se trata da semente da araucária, que é parte comestível da pinha.

A araucária é uma árvore qual não gera frutos, fazendo parte do grupo das gimnospermas. Ela gera a pinha e os chamados pinhões. Quando um pinhão dessa árvore cai no chão, é comum que ele germine e produza então uma muda, sendo então o mesmo considerado uma semente.

Conta-se que o consumo mais tradicional do pinhão tinha vista dos povos pré-colombianos. Esses povos viviam na América antes que Cristóvão Colombo chegasse.

No Sul, o pinhão receberia o apelido de sapecada, pois ele é torrado entre as brasas de grimpas (ramos secos da araucária). E os povos indígenas, que até mesmo ajudaram a disseminar tal espécie, a exemplo dos caingangues e também dos xoclengues, e, sem seguida, os tropeiros que viajavam pelo Brasil de antigamente, seriam alguns dos grandes apreciadores desse preparo, o qual ainda tinha um gosto bem peculiar.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (30 de Julho de 2015). Atualizado em 15 de Janeiro de 2024. Pinhão - O que é, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/pinhao