Conceito.de

Conceito de reiteração

O vocábulo latino reiteratio deu lugar ao termo reiteração, que está associado ao verbo reiterar. Esta acção, por sua vez, significa repetir algo. Uma reiteração, por conseguinte, consiste em realizar ou expressar uma coisa que já se tinha feito ou se manifestado anteriormente.

Exemplos: “Lembrem-se que a reiteração deste partido terá lugar amanhã pelas 22 horas, por este mesmo canal”, “Não percebo o que pretende este rapaz: pensei que me tivesse ouvido mas, depois da reiteração do meu pedido, continua a comportar-se da mesma maneira”, “Pergunta ao Gruzzy se recebeu a reiteração do meu correio electrónico: disse-me que não chegou a receber o primeiro que lhe enviei”.

As reiterações podem justificar-se de diversas formas. Uma pessoa pode reiterar uma e outra vez uma acção ou conduta, já que causa bem-estar ou prazer: almoçar sempre a mesma comida, ir sempre de férias para o mesmo sítio, etc. Obviamente, nestes exemplos, as reiterações não serão sempre exactas (não se pode comer a mesma comida duas vezes, nem sequer duas experiências de viagem serão idênticas).

Outros tipos de reiterações, no entanto, são exactamente iguais. O filme que é projectado numa sala de cinema às 16 horas e se reitera às 21 horas, é a mesma.

No âmbito do direito, a reiteração é um factor que se pode considerar como agravante na hora de um julgamento. Se um homem que tenha sido condenado por furto, fica em libertado e depois é novamente detido, a reiteração da conduta ilícita pode tomar-se como agravante. Se os delitos fossem os mesmos, falar-se-ia de reincidência em vez de reiteração.

Para a retórica, a disciplina que estuda e sistematiza técnicas e procedimentos de uso da linguagem com fins estéticos ou persuasivo e que acrescenta algo ao próprio objectivo da comunicação, existe uma figura denominada anáfora ou reiteração, que consiste em repetir uma ou mais palavras no início de um enunciado ou de um verso.

A reiteração como figura retórica também se pode entender como a mera repetição de um termo quando este se encontra o começo de uma frase, mas também como uma referência ou menção implícita de um sujeito através de pronomes demonstrativos, como se pode observar na seguinte oração: “O Carlos e o Pedro foram fazer compras; embora tenham começado e terminado ao mesmo tempo, este gastou quase o triplo do que aquele”.

Por outro lado, a reiteração pode ser considerada como uma dêixis que levam a cabo alguns termos quando assumem una parte do discurso que tenha sido emitida.

Cabe mencionar que não se deve confundir a reiteração como figura retórica com a repetição desnecessária de um termo, seja na fala como na escrita; por exemplo: não é muito agradável o texto “Vi este filme e vi este filme”, uma vez que a mesma ideia se pode expressar dizendo “Vi estes dois filmes”.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

barlavento

A ideia de barlavento refere-se ao lugar de onde o vento vem. É o conceito oposto à ideia de sota-vento: o setor oposto àquele...

Conceito de

barista

O Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa da Michaelis faz menção ao uso do termo barista. O termo utiliza-se com...

Conceito de

bário

O bário é um metal cujo número atômico é 56. É um elemento químico pesado e macio, encontrado em diferentes minerais e que...

Conceito de

barítono

O termo barítono deriva do grego “barytonos” que se pode traduzir como “de voz grave”. Denomina-se...

Conceito de

baricentro

A noção de baricentro é formada com a palavra grega “barýs” (que pode ser traduzida como “grave”) e o...

Conceito de

barca

O termo barca, que tem sua origem etimológica na língua latina, é usado para nomear uma embarcação de tamanho reduzido....

Conceito de

barbeiro

A noção de barbeiro vem do termo barba: os pelos que cobrem o início do pescoço, o queixo e a área das bochechas. O...

Conceito de

barema

A etimologia do barema nos leva ao “barème” francês, que por sua vez vem do nome de um matemático: François...

ARQUIVOS