Conceito.de
Conceito de

Subjectividade

Subjectividade é a qualidade do que é subjectivo. Trata-se daquilo que pertence ou é relativo ao sujeito, tomado em oposição ao mundo externo. Por outro lado, o conceito refere-se à nossa forma de pensar ou de sentir, e não ao objecto em si, de acordo com o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora.

subjectividade
A subjectividade remete a forma de sentir e de pensar de cada indivíduo

Neste sentido, a subjectividade é a propriedade oposta à objectividade. A subjectividade é a propriedade dos argumentos baseados no ponto de vista do sujeito e influenciados pelos seus interesses particulares, ao passo que a objectividade já supõe uma perspectiva distante, onde os conceitos são tratados enquanto objectos.

O tema da subjectividade é analisado a partir da filosofia. Para esta ciência, a noção faz referência às interpretações que se fazem de qualquer aspecto da experiência. Por esse motivo é que só são acessíveis à pessoa que passa por elas, uma vez que uma mesma experiência pode ser vivenciada de diferentes formas consoante o indivíduo.

Desta forma, o sujeito emite opiniões próprias com base nas suas próprias experiências. Tratam-se, sem dúvida, de opiniões subjectivas que estão configuradas por todos os factos vividos.

A diferença entre a subjectividade e a objectividade é clara quando se trata de analisar textos diferentes. Os textos que explicitam a opinião do autor são subjectivos; já, aqueles que se tentam limitar aos dados concretos e fácticos são objectivos. Por exemplo: “A fantástica equipa argentina humilhou o rival com um jogo de alto nível” é uma frase subjectiva; “A Argentina derrotou o seu adversário por quatro a zero” é uma frase objectiva.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • A consciência é a pedra angular da subjetividade, sendo que cada indivíduo tem uma consciência única moldada por suas experiências e reflexões.
  • O autoconhecimento é uma parte crucial da subjetividade, encorajando a exploração de pensamentos, sentimentos e experiências pessoais para melhor compreensão e reconhecimento de emoções e motivações.
  • Emoções desempenham um papel significativo na subjetividade humana, influenciando a percepção e julgamento, além de moldar a intuição e imaginação.
  • Percepções e crenças, formadas a partir de informações sensoriais, experiências passadas, educação e reflexão, são altamente subjetivas e colaboram para o caráter único da subjetividade em cada indivíduo.

Explorando os componentes da subjectividade

A subjectividade (no Brasil “subjetividade”) humana é um complexo mosaico formado por muitos componentes. E esses componentes moldam a compreensão e interação com o mundo.

Nisso, a consciência é a pedra angular da subjectividade humana. Ela representa a capacidade única que as pessoas possuem de experimentar o mundo por dos próprios olhos, pensamentos e sensações.

Cada pessoa tem uma consciência singular, delineada pelas suas experiências, introspecção e reflexão. Tal consciência é o que faz a subjectividade ser profundamente individual.

Autoconhecimento

A busca pelo autoconhecimento se trata de um aspecto crucial da subjectividade humana. Nesse caso a pessoa explora os seus próprios pensamentos, sentimentos e também experiências. Por meio da introspecção, memória e reflexão, se busca compreende a si próprio, reconhecendo suas emoções, desejos e motivações.

O autoconhecimento é uma busca consecutiva que molda as crenças, valores e a forma como se interage com o mundo.

Emoções e sentimentos

Na subjectividade, as emoções compõem uma parte crucial desse mundo interior. As emoções estão intrinsecamente relacionadas a consciência de cada um e influenciam na percepção e julgamento.

A gama de emoções humanas é extensa, compreendendo alegria, tristeza, raiva, amor, etc. As emoções exercem um papel crucial na percepção e interpretação do mundo. Elas tendem a amplificar ou obscurecer determinados aspectos da realidade, impactando na forma como se toma decisões e realiza juízos. As emoções moldam a intuição, instinto e imaginação, o que acomete o modo como as pessoas compreende e reagem ao mundo ao entorno.

Já cada sentimento seria uma resposta única diante de situações e estímulos, ajudando na riqueza da experiência humana.

Percepções e perspectivas

conceito de subjectividade
As percepções podem ser subjectivas

No caso das percepções, elas são construídas com base nas informações sensoriais que se recebe do ambiente.

Contudo, tais percepções são altamente subjectivas, adaptadas por fatores individuais, como experiências passadas, crenças e valores. Isso gera pontos de vista e opiniões pessoais únicos que ajudam na subjectividade humana.

Há que se mencionar ainda que as percepções são influenciadas pelas crenças e valores, que são desenvolvidos ao longo do tempo devido a interação com a cultura, educação e, ainda, experiências pessoais.

Crenças e valores

As crenças, constituídas por experiências, educação e reflexão, moldam a subjectividade de cada indivíduo. Elas são flexíveis, sujeitas a mudanças por meio de novas informações e diálogo.

Crenças podem ter um papel importante na subjectividade, influenciando valores e a interpretação do mundo.

Já os valores, cruciais nas escolhas, estão relacionados a crenças e impactam na ética e interações com os demais.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (13 de Junho de 2011). Atualizado em 11 de Outubro de 2023. Subjectividade - O que é, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/subjectividade