Conceito.de
Conceito de

Psicologia de desenvolvimento

Psicologia de desenvolvimento é um ramo da psicologia que foca nas questões relativas aos estágios do desenvolvimento humano.

psicologia de desenvolvimento
A psicologia de desenvolvimento

Os entendidos em Psicologia consideram que o desenvolvimento humano surge na sequência da alteração sistemática de carácter psicológico que ocorre ao longo de toda a existência do individuo. Nesse processo, o sujeito acede a estados cada vez mais complexos.

Noutros termos, a psicologia do desenvolvimento trata de explicar as transformações que as pessoas sofrem com o passar do tempo. Estas mudanças podem ser explicadas através de fatores com que nos confrontamos por oposição: continuidade/descontinuidade, herança/ambiente, etc.

Neste contexto, o psicólogo esforça-se para conseguir que o paciente compreenda melhor a sua evolução e o contexto no qual se insere e se desenvolve. O desenvolvimento deve ser considerado como um processo contínuo, global e flexível.

Há especialistas que sustentam que a sociedade e a cultura obrigam e impõem uma serie de tarefas implícitas no desenvolvimento do ser humano. Através do processo de socialização, o cumprimento destas atividades acaba por se tornar numa aspiração do próprio sujeito.

O psicólogo norte-americano de origem alemã Erik Erikson contempla oito etapas básicas no desenvolvimento do ser humano: a chamada etapa incorporativa, que consiste na fase sensório-oral que começa no nascimento e se prolonga até ao primeiro ano de idade, na qual a criança depende completamente do meio que o rodeia; a etapa infância precoce, entre os doze meses e os três anos de idade, conhecida como a fase muscular anal e determinada pelo controlo dos esfíncteres e dos músculos; o período da latência ou escolar, entre os seis e os doze anos; a etapa da puberdade e adolescência, que se estende entre os doze e os vinte anos e onde se consolida a identidade; a etapa adulto jovem, dos vinte aos quarenta anos, e em que se costuma constituir a própria família; o período adulto, dos quarenta aos sessenta anos, onde se facilita o progresso das gerações mais jovens; e a etapa velhice, onde a integridade gira em torno da aceitação da finitude natural da vida humana.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • A teoria do desenvolvimento cognitivo construtivista de Jean Piaget é baseada na interação da criança com objetos e pessoas para construção do conhecimento.
  • Novas descobertas são assimiladas e ajustadas ao que a criança já conhece sobre o mundo, com isso ganhando amplitude e progressivamente fazendo sentido.
  • Os recursos mentais usados nessa construção variam de acordo com a faixa etária, o ambiente e os estímulos.
  • Piaget divide o desenvolvimento cognitivo em 4 estágios: sensório-motor (0 a 2 anos), pré-operacional ou simbólico (2 a 7 anos), operacional concreto (7 a 11 anos) e operacional formal (12 anos em diante).

Os quatro estágios do desenvolvimento cognitivo de acordo com Jean Piaget

conceito de psicologia de desenvolvimento
Segundo Piaget, há quatro estágios do desenvolvimento cognitivo

Um dos aspectos da psicologia de desenvolvimento é o desenvolvimento cognitivo. E a mais conhecida das teorias do desenvolvimento cognitivo foi aquela desenvolvida pelo biólogo suíço Jean Piaget. E tal teoria tem como base o construtivismo.

Para Piaget, o aprendizado é desenvolvido pela criança por meio da sua relação com os objetos e com as pessoas.

Segundo o biólogo, cada nova descoberta seria assimilada e ajustada junto ao que a criança já tinha conhecimento sobre o mundo, com isso ganhando amplitude. E de forma gradual, as relações se constituem e as coisas passam então a fazer sentido na cabeça dessa criança.

E os recursos mentais usados nessa construção variam segundo a faixa etária e também segundo o ambiente e os estímulos.

O desenvolvimento cognitivo se inicia no nascimento e se divide em 4 estágios, sendo eles: o estágio sensorial, simbólico, concreto e formal. A seguir há uma explicação sobre cada um desses estágios abordados pelo biólogo suíço.

Estágio sensório-motor

O primeiro estágio é denominado de sensório-motor (que vai dos 0 a 2 anos). nesse estágio as crianças aprendem ao testarem os seus próprios reflexos e movimentos, e com isso elas desenvolvem a percepção do seu corpo e dos objetos a sua volta. O entendimento do mundo acontece através da experimentação e da interação com esse mundo à volta.

Pré-operacional

O segundo estágio recebe o nome de pré-operacional ou simbólico (2 a 7 anos). Aqui é quando se começa a dominar a linguagem e os símbolos de comunicação usados no idioma. A criança nessa fase passa ainda a imitar, imaginar e também a classificar.

Operacional concreto

O terceiro estágio seria o operacional concreto, compreendendo criança de 7 a 11 anos. Aqui as crianças passam a entender sobre a lógica e a relação que há entre as coisas. Elas agora são capazes de fazer operações mentais, a exemplo da adição e da subtração, mas somente em objetos concretos.

Operacional formal

O quarto e último dos estágios de Piaget é o operacional formal (compreendendo aqueles com 12 anos em diante).

Aqui o indivíduo é capaz de pensar em abstrações e hipóteses, indo além dos pensamentos apenas em objetos concretos. Eles são capazes entender conceitos como liberdade, igualdade e também justiça, conseguindo aplicar os mesmos em situações hipotéticas. É aqui então que haveria, além do desenvolvimento da personalidade, também o seu desenvolvimento moral.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (29 de Junho de 2012). Atualizado em 26 de Janeiro de 2024. Psicologia de desenvolvimento - O que é, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/psicologia-de-desenvolvimento