Conceito.de

Conceito de tropismo

A noção de tropismo é utilizada na biologia para evocar o deslocamento que realizam as plantas ou certos órgãos delas para responder a um estímulo que chega desde o exterior.

Existem diferentes classes de tropismos conforme a natureza do estímulo. Quando a reacção da planta é ocasionada pela força de gravidade e a sua aceleração, fala-se de gravitropismo. As raízes, neste caso, crescem para o solo enquanto os talos (caules) se desenvolvem para cima até sair à superfície. Diz-se que o tropismo das raízes é positivo (acompanha a força da gravidade), ao passo que o tropismo dos talos é negativo (oposto à dita força).

Devido ao fototropismo, as plantas reagem à luz, o que permite o desenvolvimento da fotossíntese. Ao contrário daquilo que acontece com o gravitropismo, neste caso, as raízes apresentam um fototropismo de tipo negativo e os talos contam com um fototropismo positivo. Dentro dos fototropismos, destaca-se o heliotropismo: o tropismo que implica um movimento da planta de acordo com a orientação do sol.

Outras classes de tropismos são aquelas reconhecidas como parte dos quimiotropismos, relacionadas com as respostas das plantas relativamente a elementos químicos. Quando esses elementos são benéficos para o organismo vegetal, pode-se produzir o aerotropismo (os talos orientam-se às regiões areadas da superfície) ou o hidrotropismo (dirigem-se para a água).

Havendo contacto com um sólido, por fim, as plantas podem desenvolver o tigmotropismo, uma reacção que produz uma modificação no seu crescimento. É este tipo de tropismo que os vegetais trepadores realizam.