Conceito.de

Conceito de abnegação

O termo abnegação provém do latim abnegatĭo. Trata-se do sacrifício que alguém faz de sua deliberada vontade, dos seus afectos ou dos seus interesses. Em geral, esse sacrifício tem lugar por motivos religiosos ou por altruísmo.

Para o cristianismo, a abnegação é a negação do indivíduo, no sentido de renunciar a si mesmo e aos seus interesses pessoais. Um bom cristão não pode fazer sempre aquilo que quer, pois deve obedecer à palavra de Deus e viver de acordo com as suas ordens. Esta abnegação é parte essencial na formação do cristiano: aquilo a que se renuncia, oferece-se a Deus.

A abnegação implica disciplina e saber controlar os desejos, os sentimentos, as paixões e os pensamentos. Também se opõe à hiperactividade e ao frenesim, tendo em conta que as pessoas que fazem demasiadas coisas e andam sempre ocupadas tendem a não reflectir; posto isto, essas coisas costumam fazer-lhes mal.

A abnegação implica lutar contra o egoísmo. O objectivo é dar em vez de ter. A pessoa que renuncia a algo para assistir o próximo fá-lo livremente e sem qualquer obrigação; ora, nessa negação existe uma opção pessoal que proporciona gozo e satisfação.

Todas essas características colocam, aos olhos dos cristãos, Jesus Cristo como símbolo e modelo da abnegação. Jesus decidiu renunciar à sua condição divina e fez-se homem para salvar a humanidade. Nesse sentido, pediu aos seus discípulos que o seguissem, renunciassem à própria vontade e fizessem a vontade de Deus na Terra.