Conceito.de
Conceito de

Bloco econômico

Bloco econômico se trata do agrupamento entre países que buscam vantagens econômicas entre os membros.

bloco econômico
Um bloco econômico é um agrupamento que sucede entre países visando benefícios econômicos

Os países que integram um bloco podem estreitar laços e incentivar entre os mesmos o mercado internacional. E se forma também ali um mercado regional comum por meio das facilidades tarifárias entre os que integram esse agrupamento de países.

O surgimento do bloco econômico ocorreu dentro de um contexto extenso de propagação da globalização, fazendo com que as economias mundiais se liguem, desse modo o mundo se converte em uma vasta rede de trocas políticas, comerciais, culturais, etc.

Um exemplo de bloco econômico é a União Europeia. Esse bloco, começado com a criação do Belenux, no ano de 1944, é o que representa a maior integração de nações, contando com todas as características para essa ação.

Mesmo adotando uma moeda única no bloco, nem todos os países participantes do bloco da União Europeia utilizam o euro. São 27 países que integram desse bloco, sendo que juntos esses países possuem um PIB superior ao da China (que é a segunda maior economia do mundo).

Se tem pouco tempo, veja o índice ou o resumo com os pontos-chave.

História e objetivo da criação do bloco econômico

A criação do bloco econômico tem a sua história originada depois da Guerra Fria, quando a economia global agora passava por uma nova fase de integração em relação aos países, havendo uma nova ordem mundial, condição que gerou a chamada globalização.

Como alguns países queriam que seus mercados seguissem operando devidamente, eles realizaram alianças a fim de manter tanto o mercado interno quanto o externo operando.

Os blocos econômicos exercem um papel fundamental promovendo a facilitação do comércio entre seus membros, o que ajuda significativamente no desenvolvimento econômico.

Dessa forma, os países-membros fazem entre si a venda de produtos e possibilitam o tráfego de informações, bens e indivíduos, além de dificultar a entrada de produtos provenientes de países que não fazem parte do bloco (para isso são usadas barreiras comerciais).

Os primeiros blocos apareceram junto a redução das tarifas comerciais.

À medida que o tempo passava e com o capitalismo evoluindo, notou-se novas características, a exemplo da total exclusão das barreiras comerciais e alfandegárias, criação de tarifas voltadas ao comércio com países que não integravam os blocos, entre outros benefícios.

Tipos de blocos econômicos

Dentre os tipos de blocos econômicos há:

  • União aduaneira: trata-se de uma zona de livre comércio que possui uma Tarifa Externa Comum (TEC). O objetivo da TEC é tornar mais caros produtos de países que não fazem parte do bloco. Um exemplo desse tipo é o Mercado Comum do Sul (Mercosul);
  • Zona de livre comércio: é a facilitação comercial através da exclusão de tarifas e barreiras alfandegárias, visando garantir o desenvolvimento econômico e comercial. Um exemplo nesse caso é a e CAN (Comunidade Andina)
  • União política e monetária: já essa se configura numa integração extensa no campo econômico. Nesse caso há o desenvolvimento do comércio (processo de importação e exportação) e do campo político (havendo políticas comuns para os países-membros), além da criação e implementação de uma moeda única. A União Europeia é um exemplo desse caso;
  • Mercado comum: se traduz em um bloco econômico com alto padrão de integração, onde há livre comércio e circulação de pessoas, além de livre circulação de informações, capitais e também bens. Nesses blocos, onde há como exemplo o Mercosul, as fronteiras físicas são quase inexistentes;
  • Zonas de preferência tarifária: já aqui configura-se numa integração onde há vantagens tarifárias somente para certos produtos. E o objetivo com isso e fazer com que eles se tornem mais baratos para os países não integram o bloco.

Cabe citar que os países que integram um bloco econômico podem possuir interesses divergentes quanto a certas questões, como políticas comerciais e acesso a mercados. Logo, a conciliação de tais diferenças seria um desafio, levando a tensões entre eles.

Principais blocos econômicos

conceito de bloco econômico
União Europeia e Mercosul são exemplos de blocos econômicos

Alguns dos principais blocos econômicos são:

  • Mercosul: esse se trata de um bloco econômico fundado nos anos de 1990 tendo 10 países da América Latina. O mesmo dispõe da quinta maior economia global, tendo um PIB de quase 2,8 trilhões de dólares. Esse bloco promove comércio, livre circulação de pessoas e investimentos;
  • Asean: bloco econômico desenvolvido no ano de 1967, formado por países do sudeste asiático, a exemplo da Indonésia e da Malásia, visando a integração política e econômica;
  • SADC (Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral): a SADC foi criada no dia 17 de outubro de 1992 e hoje ela possui 16 países da região austral da África como membros. Seu foco é em estabelecer a estabilidade política e econômica entre os países integrantes, garantindo paz e soberania para as nações;
  • Apec: já esse se trata de um bloco constituído por 21 nações banhadas pelo oceano Pacífico, o que incluiu os EUA e o Japão, originalmente sendo um fórum para decisões no âmbito da economia que evoluiu a cada momento. O seu foco é na obtenção de uma zona de livre comércio, encarando desafios de desigualdades econômicas.

Outros exemplos de blocos econômicos são: Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (APEC), União Africana (UA), Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), União de Nações Sul-Americanas (UNASUL), Comunidade de Estados Independentes (CEI), Comunidade Andina (CAN), Acordo de Livre Comércio das Américas (ALCA), Organização Mundial do Comércio (OMC) e Caricom (Comunidade do Caribe).

Citação

SOUSA, Priscila. (4 de Outubro de 2023). Bloco econômico - O que é, conceito, história e tipos. Conceito.de. https://conceito.de/bloco-economico