Conceito.de

Conceito de junk food

Escutar o artigo

Apesar de junk food ser uma expressão inglesa, foi adoptada pela comunidade lusófona. Trata-se da comida “lixo” (ou “comida plástica”), isto é, aquela que deve ser evitada por ser simultaneamente a menos saudável e mais calórica. A comida é o conjunto de substâncias alimentares que se ingerem para sobreviver. Através da série de atos voluntários e conscientes conhecidos como alimentação, a comida é consumida pelas pessoas, dando lugar ao processo biológico chamado nutrição (através do qual os organismos assimilam os alimentos).

Junk food
Junk food é uma comida menos saudável e mais calórica

A alimentação contempla a escolha, a preparação e a ingestão dos alimentos, pelo que constitui um fenómeno associado ao meio sociocultural e económico. Neste âmbito, pode-se falar na junk food, isto é, todos os alimentos com altos níveis de gorduras, sal ou açúcares.

Devido aos seus componentes, a junk food estimula o apetite e a sede, o que representa um grande negócio para as empresas que oferecem este tipo de comida. Contudo, pode ser prejudicial caso seja consumida em grande quantidade, ocasionando problemas de saúde como a obesidade.

A comida “plástica” também está associada à comida rápida (fácil de elaborar) e ao lazer (o seu consumo é sinónimo de prestígio social entre os adolescentes). Outro ponto a favor da expansão desta comida é o facto de ser barata.

A junk food mais popular é o hambúrguer (carne picada com alto teor de gordura), que costuma ser acompanhada por outros alimentos pouco saudáveis como as batatas fritas e refrigerantes vendidos em copos de grande tamanho. O McDonald’s e o Burger King são duas das cadeias mais famosas do mundo especializadas em comida rápida (ou fast food), oferecendo uma grande variedade de menus em que o hambúrguer é o elemento principal.

O açúcar é um dos principais componentes dos alimentos junk food e ele possui propriedades que podem fazer uma pessoa ficar viciada. É descrito que o açúcar consegue estimular as mesmas partes do cérebro que também são estimuladas por drogas ilícitas. Mas esse vício pode ser o resultado da combinação desse açúcar com a gordura que há em certos alimentos.

Os alimentos de junk food ainda podem contribuir para o surgimento de doenças cardiológicas.

Fast Food x Slow Food x Junk Food?

conceito de Junk food
Junk food não é o mesmo que fast food

É comum que muitos acreditem que junk food seja o mesmo que fast food, por exemplo, contudo eles são distintos. Do mesmo modo, slow food é outro termo aplicado a algo distinto.

O fast food é um termo usado para se referir aos alimentos que são vendidos em lojas de grandes marcas, sendo sanduíches, pizzas, batatas fritas, etc. Mas o termo é ainda usado para se referir a refeições que costumam ser preparadas com rapidez (são saborosas e preparadas em poucos minutos). Esse tipo de refeição tornou-se popular devido aos tempos modernos trazerem a rotina de menos tempo e mais tarefas, sobrando pouco tempo para preparar as refeições em casa.

Enquanto isso, slow food é um termo que teve sua origem em 1986 e contrasta com o conceito de fast food. Diferente da anterior, o slow food tem foco no maior tempo para preparar refeições mais saudáveis, além de mais tempo também para saborear essa refeição. Essa é mais uma filosofia de vida, em que o foco é no prazer de apreciar uma boa refeição que usa produtos naturais e frescos. Além disso, o slow food preza por ingredientes que foram produzidos de forma consciente, preservando o meio ambiente.

Já o junk food define os alimentos ricos em gordura, em carboidratos e em sódio também, que ainda possuem em sua composição aditivos químicos e que possuem uma qualidade nutricional baixa.

Desse modo, esses três termos definem tipos distintos de refeições, onde fast food nem sempre será sinônimo de junk food ou vice-versa.

O que classifica alimentos como junk food

Mas o que classifica um alimento como junk food nem sempre é a baixa qualidade nutricional de um alimento, se estivermos falando sobre comida saudável. Isso pode ainda sofrer a influência de culturas, classe, etc.

Um exemplo disso seria no caso do Brasil, onde alimentos de fast food podem ser classificados como junk food, mas, por outro lado, esses mesmos alimentos quando são comercializados em estabelecimentos que são frequentados pela elite não são assim classificados.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (5 de Abril de 2012). Conceito de junk food. Conceito.de. https://conceito.de/junk-food