Conceito.de
Conceito de

Signo linguístico

Signo linguístico compreende o significante e também o significado das palavras.

Signo linguístico
O signo linguístico é muito importante

O significante é tido como a imagem acústica relativa a uma palavra, ou seja, se trata da representação sonora de uma palavra. Enquanto isso, o significado se configura no conceito que se possui da palavra, em outros termos, seria a realidade que a palavra representa.

Significante e significado compõem um signo, que se ali a outros signos, constituindo um sistema. Assim, um signo acaba se valorizando na relação com os demais.

É importante citar que a linguística se trata do estudo científico da linguagem. E nesse estudo houve uma importante figura que ajudou no seu desenvolvimento, que foi a do linguista e filósofo Ferdinand de Saussure, quem colaborou de forma teórica para esse desenvolvimento.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • Todo processo comunicativo é fundamentado na linguagem e na língua. A linguagem abrange sistemas de sinais convencionais que podem ser verbais ou não verbais. A língua é um sistema de signos convencionais utilizados por uma comunidade específica.
  • O signo linguístico é um elemento representativo que é formado por duas partes inseparáveis: o significado e o significante.
  • Ter conhecimento de uma língua não envolve apenas a identificação dos seus signos, mas também a compreensão das regras combinatórias que regem a língua. Isto é, é necessário saber utilizar corretamente a gramática dessa língua.
  • A semiótica, ciência que estuda os signos e é dividida em semântica, sintaxe e pragmática, é um campo importante a ser estudado para aprimorar os processos de comunicação. Conceitos como morfema, fonema, sintagma e paradigma são fundamentais no estudo da língua e da linguagem.

A língua e a linguagem para o signo linguístico

Todo processo comunicativo tem como fundamento dois elementos: a linguagem e a língua.

A linguagem designa o sistema de sinais convencionais os quais toa possível para as pessoas realizar tal procedimento. Desse modo, ela é capaz de se manifestar de muitos modos. E aqui há a linguagem não verbal, que compreende os sinais de trânsito, as placas de advertência, a linguagem dos surdos-mudos, etc. E há ainda a linguagem verbal, em que os sinais são representados por meio das palavras.

Já a língua faz a representação de um sistema de signos convencionais (compostos pelos conhecimentos que se possui dos fatos gramaticais) utilizado pelos membros de uma dada comunidade. E é por isso que se tem a língua portuguesa, espanhola, alemã, etc.

E assim, esse grupo social ajusta um conjunto arranjado de elementos representativos. E entre eles se sobressai um de expressiva relevância, que se trata do signo linguístico.

Um exemplo para ilustrar esse conceito seria pensar na palavra “leão”. Quando essa palavra é pronunciada, então, duas ocorrências se apresentam simultaneamente:

  • A primeira constitui uma imagem mental, psíquica, no que tange o elemento referenciado, assim despontada;
  • Enquanto a outra é concebida através de uma imagem gráfica, materializada através dos fonemas e, por conseguinte, das sílabas, até compor a palavra na íntegra.

E com base em tal constatação, cabe destacar que o conhecimento de uma certa língua não se resume apenas à identificação dos seus signos, mas inda ao uso apropriado das leis combinatórias que gerem tal língua, ou seja, a informação dos fatos linguísticos de modo geral.

Conhecer os elementos importantes para entender o conceito de signo linguístico

Para entender o significado de signo linguístico, antes é importante compreender alguns conceitos importantes que o permeiam. E um desses conceito é o de signo, o qual designa um elemento representativo que dispõe de duas partes indissolúveis, eu são o significado e o significante.

Outro conceito também importante é o de língua. Ela se trata de um conjunto de sinais com base em palavras que seguem às regras gramaticais.

Por fim, é também importante compreender o significado de fala. A fala é o processo de uso individual da língua, qual se encontra disposta pela criatividade e, ainda, relacionada com a liberdade de expressão.

Regras para a organização do signo linguístico

Ao realizar o uso dos signos que constituem a língua, caberá seguir às regras gramaticais convencionadas através da própria língua. Tomando como exemplo ainda a palavra “leão”, é possível incluir o artigo indefinido “um” a frente desse signo, o que resulta em “um leão”. Mas não seria possível obter isso ao colocar o artigo “uma” diante desse signo, pois se teria “uma leão”. Nesse último caso não haveria concordância, mas seria uma sentença não aceita.

Os signos que formam a língua seguem a padrões determinados de organização. O conhecimento sobre uma língua engloba então tanto a identificação dos seus signos, como ainda o uso apropriado das suas regras combinatórias.

É importante citar sobre a importância da semiótica nesse processo. Ela se trata da ciência que realiza o estudo dos signos. E a mesma é dividida em semântica, sintaxe e pragmática. Por meio da semiótica é possível compreender e aprimorar processos de comunicação.

Sobre o estudo dos signos linguísticos

conceito de signo linguístico
O signo linguístico abarca o significante e  o significado das palavras

O estudo sobre uma linguagem se inicia com a compreensão de que aquilo que está em volta de um signo linguístico precisa combinar apropriadamente com ele.

Se temos a seguinte frase:

As bonita rosas está vermelha.

Essa frase acima não possui concordância, logo, não faz sentido. Primeiramente, o artigo “as” e o adjetivo “bonita” não concordam com o substantivo “rosas”.

Outros conceitos importantes

Os termos morfema, fonema, sintagma e também paradigma estão integrados através do conceito de signo linguístico.

O morfema designa a menor unidade significativa de uma língua, já o fonema se trata da menor unidade sonora distintiva. Sintagma remete aos grupos de palavras dispostas numa estrutura sintática. Paradigma, por fim, compreende um modelo de alguma coisa.

Juntos, tais elementos compõem o processo de comunicação linguística, onde morfemas e fonemas se aliam em sintagmas. E aqui também as escolhas paradigmáticas impactam na expressão dos conceitos específicos na linguagem.

Citação

SOUSA, Priscila. (6 de Dezembro de 2023). Signo linguístico - O que é, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/signo-linguistico