Conceito.de
Conceito de

Reação adversa

Reação adversa ou reação adversa a medicamentos se trata de uma resposta indesejável ou nociva ao uso de um medicamento.

reação adversa
A reação adversa é uma resposta indesejada de um medicamento

O uso de medicamentos é uma prática comum para a cura ou o alívio de variadas condições de saúde. Mas o caminho para o bem-estar nem sempre será livre de obstáculos, sendo que um dos desafios encarados no universo farmacológico seriam as reações adversas.

Essas reações são um fenômeno, por vezes imprevisível, podendo gerar efeitos colaterais, toxicidade e mesmo complicações que precisam de atenção especial.

Definição de reação adversa e evento adverso

Uma reação adversa se configura em um fenômeno indesejado que sucede em resposta à administração de um medicamento, ultrapassando os efeitos terapêuticos esperados. Essas reações tendem a se manifestar como efeitos colaterais, toxicidade, sintomas indesejados ou mesmo como complicações graves.

Um evento adverso, por conseguinte, é qualquer ocorrência médica indesejada ligada ao uso de um medicamento, independentemente de gerar dano.

Efeitos colaterais e toxicidade

Ao começar uma terapia medicamentosa, é corriqueiro que pacientes tenham efeitos colaterais. E essas são respostas indesejadas, mas previsíveis, a um medicamento. E tais efeitos tendem a variar desde sintomas leves, como é ocaso de tontura e náusea, até manifestações de maior gravidade.

Toxicidade e sobredosagem

Se a dose de um medicamento extrapola os limites tolerados pelo organismo, então a toxicidade se instalaria. A sobredosagem, por vezes inadvertida, resultaria em efeitos tóxicos agudos ou crônicos, desacando a importância do monitoramento frequente.

Interligação entre reações adversas e interações medicamentosas

As interações medicamentosas se tratam de situações onde dois ou mais medicamentos, se administrados ao mesmo tempo, influenciam mutuamente nas suas ações. Tais interações tendem a potencializar ou reduzir os efeitos dos medicamentos enredados, elevando o risco de haver reações adversas.

Riscos e benefícios na perspectiva da farmacovigilância

Denomina-se de farmacovigilância a ciência e as atividades conexas à detecção, avaliação, compreensão e também a prevenção de efeitos adversos ou demais problemas que tenham relação com medicamentos.

Essa prática tem foco em assegurar a segurança do paciente, avisando os riscos potenciais e, ainda, otimizando uma relação risco-benefício.

Hipersensibilidade e reações alérgicas

conceito de reação adversa
Os profissionais de saúde notificam sobre as reações adversas

A hipersensibilidade se trata da resposta exagerada do sistema imunológico quanto a um medicamento.

Nos casos extremos, a hipersensibilidade pode provocar anafilaxia, qual é uma reação alérgica grave que resultaria em dificuldade respiratória, choque e pode até mesmo levar ao óbito. Identificar e impedir agentes desencadeadores é categórico para pacientes predispostos a reações alérgicas.

Consequências não intencionais e retirada do mercado

Reações adversas tendem a levar a consequências não intencionais, a exemplo do agravamento de condições de saúde ou o aparecimento de novos problemas. É comum que surjam complicações, ainda mais em pacientes com condições pré-existentes, o que ressalta a essencialidade da personalização da terapêutica.

Nos casos de maior extremidade, quando os riscos ultrapassam significativamente os benefícios, pode ser que um medicamento seja retirado do mercado. Esta decisão costuma ser tomada depois de uma cuidadosa avaliação dos dados de farmacovigilância, destacando a segurança dos pacientes.

Notificação e precaução na farmacologia

A notificação sobre as reações adversas por profissionais de saúde se trata de algo essencial para a farmacovigilância. O monitoramento frequente torna possível identificar precocemente os problemas e realizar a implementação de medidas corretivas que sejam mais adequadas.

Precaução na prescrição

A prescrição de medicamentos deve ser feita com cuidado, considerando as contraindicações e interações medicamentosas. Assim, os profissionais de saúde terão que estar atentos aos sinais de intolerância ou também de hipersensibilidade conforme decorre o tratamento.

Dano, risco e intolerância na perspectiva da toxicologia

Toxicologia é uma área que estuda os efeitos maléficos de substâncias químicas, abarcando medicamentos. A avaliação do dano possível é importantíssima para determinar o perfil de segurança para um fármaco.

Ao prescrever medicamentos, o gerenciamento do risco se trata de um processo fundamental, ainda mais no caso de pacientes que possuam algum tipo de intolerância a determinadas substâncias. E nesse caso conhecer sobre a farmacologia do paciente é muito importante.

Reação adversa: sobre os tipos

Reações adversas medicamentosas, ou efeitos adversos, como explicado, são os efeitos indesejados de uma substância, o que incluiria medicamentos. E nesse caso há vários tipos:

  • Com relação à dose;
  • Alérgicas;
  • Idiossincráticas.

As reações adversas medicamentosas ligadas a dose retratam um exagero dos efeitos terapêuticos do medicamento. Um exemplo seria no caso de uma pessoa que toma um medicamento a fim de reduzir a hipertensão arterial, mas ela poderia sentir tonturas ou ficar atordoada caso o medicamento reduza a pressão arterial de modo demasiado.

Já as reações alérgicas medicamentosas não são ligadas à dose, mas elas precisam de exposição prévia a um medicamento. Uma reação alérgica é desenvolvida quando o sistema imunológico do corpo gera uma reação imprópria a um medicamento (em certos casos chamada de sensibilização).

Por fim, as reações adversas medicamentosas idiossincráticas são o fruto de mecanismos que não são hoje em dia compreendidos. E a mesma é, em grande parte, imprevisível. Dentre os exemplos de tais reações adversas medicamentosas há: anemia, erupções cutâneas, icterícia, lesão renal e nervosa (que causaria danos na visão ou a audição), etc.

Citação

SOUSA, Priscila. (21 de Novembro de 2023). Reação adversa - O que é, conceito, benefícios e tipos. Conceito.de. https://conceito.de/reacao-adversa