Conceito.de

Conceito de recursos económicos

Os recursos económicos são os meios materiais ou imateriais que permitem satisfazer certas necessidades no processo produtivo ou na actividade comercial de uma empresa.

Estos recursos são portanto necessários para o desenvolvimento das operações económicas, comerciais ou industriais. Aceder a um recurso económico implica um investimento de dinheiro: o que é importante para que a empresa possa ter lucros é que esse mesmo dinheiro investido seja recuperado com a utilização o a exploração do recurso.

Por exemplo: um campo é um recurso económico que permite desenvolver a agricultura. Esse recurso pode tornar-se inviável do ponto de vista económico caso se encontre no meio da montanha ou em alguma zona geográfica que requeira demasiado dinheiro para fins de exploração.

Muitas das vezes, o conceito de recurso económico é mencionado como sinónimo de factor de produção. Os factores produtivos são os recursos que se combinam no processo de produção como mais-valia na elaboração de bens ou serviços.

O economista escocês Adam Smith (1723-1790) reconheceu três factores de produção que participam na actividade económica e que são recompensados no mercado: a terra (recompensada através, por exemplo, da renda da mesma ou daquilo que oferece), o/a trabalho/mão-de-obra (cuja contraprestação é o salario) e o capital (de que se beneficia através da margem de lucro).

A ciência económica actual inclui outros recursos económicos como factores produtivos, considerando que se trata de elementos indispensáveis no seio da complexa actividade actual. A tecnologia e a ciência são portanto considerados como um novo factor produtivo, da mesma forma que o capital humano ou o capital social.