Conceito.de

Conceito de registo contabilístico

Registo contabilístico é um conceito que se costuma Trata-se da anotação que se realiza num livro de contabilidade para registar um movimento económico.

O registo contabilístico, por conseguinte, dá conta da entrada ou da saída de dinheiro do património de uma corporação. Cada novo registo contabilístico implica um movimento de recursos que se regista nas saídas e nas entradas.

Por norma, o registo contabilístico mantém sempre a sua dupla condição. Qualquer movimento supõe uma modificação do activo e do passivo: entrando dinheiro, cresce o activo e diminui o passivo; saindo, acontece o contrário.

Os registos contabilísticos costumam ser compostos pela data, as contas intervenientes, o total e uma descrição. Todos estes dados ficam registados no livro contabilístico e permitem controlar o estado económico da entidade.

Cabe destacar que, de acordo com o código de comércio, existem registos contabilísticos que são obrigatórios para as empresas. É habitual levar um livro diário (com todos os registos ou assentos contabilísticos e os seus correspondentes comprovativos) e um livro de inventários e balanços (que detalhem as mudanças no estado contabilístico de cada exercício) seja uma exigência legal para o funcionamento de uma organização.

A informação focada nos registos contabilísticos não só é útil para a empresa em questão: também é imprescindível para o Estado, uma vez que estes dados são fiscalizados e analisados para determinar se a empresa se comporta de acordo com as exigências da lei.
Embora seja conveniente deixar a elaboração e a manutenção das tarefas relacionadas com entradas e saídas de uma empresa nas mãos de um profissional especializado, nem todos os empresários desejam contratar os serviços de um contabilista, pois alguns embarcam na emocionante mas árdua aventura de levar os seus próprios livros contabilísticos sem ajuda. Cabe mencionar que a lei não obriga ninguém a delegar este trabalho: o único requisito é não haver irregularidades.

Na hora de levar o registo contabilístico sem ajuda de um contador, existem dois caminhos possíveis: fazê-lo manualmente, usando os materiais tradicionais; aproveitar alguns dos muitos programas informáticos que existem com este propósito. A primeira opção continua a ser válida, mas exige um esforço muito maior, sobretudo naquilo que faz a ordem e a revisão.