Conceito.de
Conceito de

Mediação

Mediação é um processo para resolução de conflitos. Nele, há duas partes tentando solucionar uma disputa e um terceiro, chamado de mediador, que atua na comunicação entre as partes, com foco em obter um acordo benéfico para os dois lados.

mediação
A mediação ajuda a solucionar os conflitos entre duas partes

Essa é uma abordagem diferente dos métodos comuns de resolução de disputas, a exemplo dos litígios judiciais, pois foca na colaboração e na autodeterminação dos envolvidos.

Numa mediação, as partes possuem a oportunidade de expressar as suas preocupações, interesses e também suas perspectivas, ao passo que o mediador auxilia na identificação de pontos comuns e na exploração das opções para a solução.

Há ali uma ênfase na construção de um entendimento para ambas as partes e na constituição de acordos que supras às necessidades de todos os envolvidos. Esse processo é comumente usado em contextos legais, empresariais, familiares e mesmo comunitários.

A mediação estimula a autonomia das partes, diminui os custos e também o tempo relacionados a litígios legais. Ela contribui para relações duradouras e harmoniosas. Sua eficácia está na competência de converter conflitos em oportunidades para crescimento e colaboração. Desse modo, ela oferece soluções duradouras e que respeitam as escolhas dos envolvidos.

Se você tem apenas alguns segundos, leia estes pontos chave:
  • Os mediadores são profissionais capacitados e imparciais, com diversas formações, cujo papel é facilitar a comunicação entre as partes de um conflito e auxiliar na busca de soluções mutualmente aceitáveis.
  • Há diferentes tipos de mediação para diferentes situações, como a mediação familiar, a mediação comercial, a mediação comunitária, a mediação laboral, a mediação internacional e a mediação online/virtual.
  • A mediação é um processo flexível, centrado na criação de um ambiente seguro para discussão e na identificação de interesses comuns entre as partes, com o objetivo de chegar a um acordo voluntário.
  • Diferente de um juiz ou árbitro, o mediador não toma as decisões finais, mas auxilia as partes a chegarem a um acordo através de uma comunicação eficaz e da busca de soluções aceitáveis para ambos.

O papel dos mediadores

Mediadores são profissionais com capacitação e imparciais, os quais intermediam o processo de mediação em um conflito. A função principal de um mediador é ajudar as partes a terem uma comunicação de maneira eficaz, estimulando o diálogo construtivo e ajudando na busca de soluções aceitáveis para ambos.

Os mediadores podem possuir formações variadas, onde se pode encontrar então advogados, assistentes sociais, psicólogos e mesmo especialistas atuando como tal, onde esses contam com experiência nas áreas específicas ligadas ao conflito em questão.

Esses profissionais devem ser capacitados em técnicas de mediação, contar com habilidades de comunicação e estarem comprometidos com a ética da imparcialidade e com a confidencialidade.

Numa sessão de mediação, o mediador trabalha na criação de um ambiente seguro e colaborativo, a fim de que cada parte possua a oportunidade de expressar suas preocupações. O profissional então auxilia na detecção de interesses comuns, exploração das opções de resolução e ainda guia o processo rumo a um acordo voluntário.

Diferente de um juiz ou árbitro, o mediador não é quem toma as decisões finais. A função dele é tornar fácil o entendimento entre as partes.

A mediação se configura em uma abordagem flexível, que pode ser moldada para variados contextos. Quanto aos mediadores, eles cumprem uma importante função na promoção de uma resolução serena e consensual de conflitos.

Mediação familiar

A mediação familiar é um processo onde um mediador ajuda membros de uma família nas suas questões delicadas. Em tal contexto, ele atua em questões como: divórcios, divisão de bens, guarda de filhos, pensão alimentícia, entre outros.

O mediador, que facilita a boa comunicação entre os envolvidos, procura soluções que supram os interesses e necessidades de todos, ainda mais no contexto emocionalmente repleto das questões familiares como é esse. A mediação familiar é importante para manter a harmonia, diante dessas e de outras situações citadas.

No contexto comercial

conceito de mediação
Uma mediação tem o foco em solucionar as disputas de modo eficiente e harmonioso

Quanto a mediação comercial, aqui o mediador ajudaria as empresas e os envolvidos em transações comerciais a solucionarem as disputas de forma eficiente e menos litigiosa. Questões contratuais, disputas comerciais e conflitos entre sócios são alguns exemplos comuns. E nesse caso a mediação comercial foca em preservar relacionamentos e achar soluções mutuamente benéficas.

Comunitária

A mediação comunitária trata de conflitos em nível local, a exemplo de disputas entre vizinhos, grupos comunitários ou mesmo entre organizações locais.

O mediador nesse caso facilita o diálogo e a colaboração para solucionar questões, estimulando a coesão social e o entendimento entre ambas as partes. Logo, esse tipo de mediação é importante para assegurar a ordem nas comunidades.

Mediação laboral

No que diz respeito as relações de trabalho, existe a mediação laboral. Essa visa solucionar conflitos entre empregadores e funcionários. Os tipos de disputas comuns nesse caso são: disputas salariais, assuntos disciplinares ou ainda conflitos mais amplos do ambiente de trabalho.

A mediação laboral foca em conservar o relacionamento empregatício e proporcionar melhorias para a comunicação no ambiente de trabalho.

Internacional

É chamada de mediação internacional aquele aplicada à resolução de conflitos entre nações, organizações internacionais ou mesmo entre entidades transnacionais.

A mediação interacional é usada para diminuir tensões diplomáticas, disputas por território ou mesmo questões comerciais entre países, concedendo uma alternativa para a resolução por meio de tribunais internacionais. Desse modo, é um instrumento importante nesse contexto.

Mediação online e virtual

Por fim, existe a mediação online e virtual, que compreende a efetivação de sessões de mediação através de plataformas digitais. Isso possibilita que os envolvidos participem de forma remota, facilitando então o acesso à mediação. Esse tipo de mediação é particularmente útil no caso das partes se encontrarem geograficamente distantes ou quando estejam em situações que exigem flexibilidade no tocante à presença física.

Citação

SOUSA, Priscila. (22 de Dezembro de 2023). Mediação - O que é, conceito e definição. Conceito.de. https://conceito.de/mediacao